Julgamentos

22 09 2011

Hoje o meu desabafo é escrito as pressas, com um pouco de irritação…

Somos julgados o tempo todo. Pelo que fazemos, pelo o que escutamos, pelo que dizemos, pelo que vestimos… E sempre será assim! Ninguém está livre de julgamentos. Não são todos que respeitam as diferenças e os gostos do outros. Não são todos que entendem.

Sei que dificilmente conseguimos ser nós mesmos o tempo todo… E, se eu me arriscasse, talvez fosse considerada uma “louca” pela sociedade… Dessa forma, assim como todos, usamos uma máscara para trabalhar, outra para sair com os amigos, outra para lidar com clientes profissionais, outra pra vender um produto (muitas vezes, sem acreditar plenamente nele)… E assim vamos usando nossas máscaras no dia a dia.

Mas existe algo que admiro muito nas pessoas, a autenticidade, apesar das máscaras utilizadas… Abaixo a falsidade, a mesquinharia, a pobreza de espírito!

Não é fiel? Não critique os outros… Não gosta de alguém? Seja no mínimo respeitoso…  Fantasiou algo, assuma como fantasia e não como verdade…

É muito mais tolerável estar errado e assumir, do que fingir ou mentir sobre alguma situação.

Bem, mas voltando ao assunto das máscaras, eu, por exemplo, só não as uso quando estou de TPM… Sou na maioria das vezes chata, incompreendida, irritada, mas não porque eu sou assim, mas talvez porque nesses dias, eu não tenho preocupação nenhuma em usar uma máscara. Bem, se nem Freud entendeu as mulheres, não serei eu que vou me aventurar a defini-las!

Talvez se eu morasse isolada numa ilha, sem a companhia de ninguém (lembrei do seriado Lost que assisto sistematicamente), conseguiríamos ser nós mesmos… Mas como isso não é possível, e nem desejável, continuamos a usar nossas máscaras, e pagando muito caro pelos momentos em que quisermos ser nós mesmos…

De qualquer forma, hoje me deu um surto repentino, uma vontade insana de escrever… E aqui estou eu, relatando outras aventuras… Sei que tudo tem as desvantagens, certo? Colocar algo na web, já não nos pertence mais… Então aquilo que é pra ser meu divã virtual acaba censurado pelo cuidado de não magoar ninguém, sendo que na verdade eu só escrevo para desabafar…

E desabafar pra mim é igual à combinação de amigos, música e cerveja: depois que a gente conhece, não consegue mais largar…

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: